5 Questões de Redação - Tipologia Textual

1) O projeto do Metrô-DF é composto por 29 estações, das quais 24 estão em funcionamento. Com uma frota de 32 trens, transporta em média 140 mil passageiros por dia. Toda a via tem extensão de 42,38 kilômetros (km) e liga a região administrativa de Brasília às de Ceilândia e Samambaia, passando pela Asa Sul, Setor Policial Sul, Estrada Parque Indústria e Abastecimento (EPIA), Guará, Park Way. Águas Claras e Taguatinga. 

A via do Metrô-DF possui o formato de Y. Dessa forma, 19,19 km constituem o ciso principal e interligam a Estação Central (localizada na rodoviária do Plano Piloto) à Estação Águas Claras. Outros 14,31 km compreendem o ramal que parte da Estação Águas Claras até Ceilândia Norte.

O outro ramal, com 8,8 km, abrange o trecho que liga a Estação Águas Claras à Samambaia.

(IADES/2014) Do ponto de vista da tipologia textual, o texto “Estrutura do Metrô-DF” deve ser classificado,
predominantemente, como...
  • (A) Dissertativo, pois apresenta as impressões do autor sobre o Metrô-DF.
  • (B) Narrativo, pois relata episódios referentes ao Metrô-DF.
  • (C) Descritivo, pois estabelece um debate a respeito da estrutura do Metrô-DF.
  • (D) Narrativo, pois desenvolve uma seequência de ações ocorridas no Metrô-DF e que se desenrolam no tempo e no espaço.
  • (E) Descritivo, pois faz um registro de informações que caracterizam a esturuta do Metrô-DF.
2) O movimento feminista começou a florescer no Brasil na virada do século 20. Diante da omissão da Constituinte de 19891 acerca do voto feminino, a baiana Leolinda de Figueiredo Daltro deu entrada no requerimento de seu alistamento eleitoral. Não obteve sucesso, mas também não entregou os pontos.

Em 23 de dezembro de 1910, fundou no Rio de Janeiro o Partido Republicano Feminista. O grupo tinha como principal objetivo mobilizar as mulheres pelo direito de votar. Em novembro de 1917, uma passeata organizada por Leolinda contou com a participação de 90 mulheres. O que hoje não pararia o trânsito deve ter causado horror em distintos senhores e madames.

Em 1919, Leolinda lançou-se à intendência Municipal do Rio de Janeiro. A candidatura, porém, foi rejeitada. Quando, em 1912, Getúlio Vargas instituiu o direito de voto às mulheres, [ela] declarou que morreria feliz, pois finalmente vira o resultado de sua vida de lutas. Morreu três anos depois, aos 75 anos de idade.

(IADES/2014) Quanto à tipologia, o texto classifica-se como,
predominantemente...
  • (A) descritivo
  • (b) narrativo
  • (C) dissertativo-argumentativo
  • (D) descritivo, mas com várias passagens narrativas
  • (E) dissertativo-argumentativo, mas com várias passagens descritivas
3) Em 1961, em Niterói, no Rio de Janeiro, houve um grande incêndio no Gran Circus, que resultou na morte de 350 pessoas. Em São Paulo, foram duas as tragédias, em dois grandes edifícios. Em 1972, 16 pessoas morreram durante o incêndio no edifício Andraus. Dois anos depois, na região central da cidade, houve o incêndio do edifício Joelma. Pessoas desesperadas pediam ajuda no topo do edifício. Arriscando suas próprias vidas, bombeiros fizeram tudo o que podiam para salvar o máximo de pessoas. Salvaram muitas, mas 198 pessoas morreram em decorrência do fogo ou porque se atiraram do prédio, apavoradas com o fogo que as atingia.

(CESPE/2012) o primeiro parágrafo do texto, tipicamente narrativo, ilustra o trabalho árduo do corpo de bombeiros no Brasil.
  • (A) Certo
  • (B) Errado
4) Há um dispositivo no Código Civil que condiciona a edição de biografias à autorização do biografado ou descendentes. As consequências da norma são negativas. Uma delas é a impossibilidade de se registrar e deixar pura a posteridade a vida ea personagens importantes na formação do país, em qualquer ramo de atividade. Permite-se a interdição de registros de época, em prejuízo dos historiadores e pesquisadores do futuro.

Dessa forma, tem sido sonegado, por exemplo, o relato da vida do poeta Manoel Bandeira e dos escritores Mário de Andrade e Guimarães Rosa. Tanto no jornalismo quanto na literatura não pode haver censura prévia. Publicada a reportagem (ou biografia), em que se sentirem atingidos que recorram à justiça. É preciso seguir o padrão existente em muitos países, em que há biografias “autorizadas” e “não autorizadas”. Reclamações posterioores, quando existem, são encaminhadas ao foro devido, os tribunais.

O alegado “direito à privacidade” é argumento frágil para justificar o veto a que a historiografia do país seja enriquecida, como se não bastasse o fato de o poder de censura concedido a biografados e herdeiros ser um atentado à Constituição.

(CESPE/2013) Dada a apresentação de fatos, acontecimentos e personagens, o texto é predominantemente narrativo.
  • (A) Certo
  • (B) Errado
5) Leio que a ciência deu agora mais um passo definitivo. É claro que o definitivo da ciência é trasitório, e não por deficiencia da ciência (é ciência demais), que se supera a si mesma a cada dia... Não indaguemos para que, já que a própria ciência não o faz - o que aliás, é a mais moderna forma de objetividade de que dispomos.

Mas vamos ao definitivo transitório. Os cientistas afirmam que podem realmente construir agora a bomba limpa. Sabemos todos que as bombas atômicas fabricadas até hoje são sujas (aliás, imundas) porque, depois que explodem, deixam vagando pela atmosfera o já famoso e temido estrôncio 90. Ora, isso é desagradável: pode mesmo acontecer que o próprio país que lançou a bomba venha a sofrer, a longo prazo, as consequências mortíferas da proeza. O que é, sem dúvida, uma sujeira.

Pois bem, essas bombas indisciplinadas, mal-educadas, serão em breve substituídas pelas bombas n,que cumprirão sua missão com lisura: destruirão o inimigo, sem riscos para o atacante. Trata-se, portanto, de uma fabulosa conquista, não?

(CESPE/2013) O objetivo do texto, de caráter predominantemente dissertativo, é informar o leitor a respeito do surgimento da “bomba limpa” (R.8).
  • (A) Certo
  • (B) Errado

 Respostas: 1. E; 2. B; 3. A; 4. B (dissertativo/argumentativo); 5. A (dissertativo/argumentativo)

0 comentários:

Postar um comentário