Tonicidade

Tonicidade é uma propriedade da sílaba tônica, isto é, da sílaba que é pronunciada mais forte em uma palavra. A sílaba tônica de uma palavra pode ou não ser marcada com acentos gráficos, de acordo com as regras de acentuação.

Algumas sílabas, quanto a intensidade podem ser pronunciadas de maneira mais forte ou de maneira mais fraca. Existem sílabas fortes, chamadas sílabas tônicas e sílabas mais fracas, chamadas sílabas átonas, pronunciadas com menor intensidade.


SÍLABAS TÔNICAS
A sílaba tônica é a mais forte da palavra, pronunciada com mais intensidade que as outras. A palavra tônica existe em uma das três últimas sílabas e classificam-se quanto a sua posição em:
  • Oxítona – a sílaba tônica é a última. Ex.: gua-ra-, vo, tupi, manjar, urubu;
  • Paroxítona – a sílaba tônica é a penúltima. Ex.:-xi, ri, casa, mártir, rax; 
  • Proparoxítona – a sílaba tônica é a antepenúltima. Ex.: pró-po-lis, árvore, mpada, paralelepedo.
SÍLABA SUBTÔNICA
A sílaba subtônica são as sílabas tônicas da palavra primitiva, i. é., a palavra que deu origem a outra tinha uma sílaba tônica, mais forte, essa sílaba mais forte passará a ser subtônica na palavra derivada. Ex.: Se a sílaba tônica de café é , quando se forma cafezinho a palavra perde o acento, o que era a tônica de café passa a ser a subtônica de cafezinho, porque a tônica foi para o zin. Outro exemplo: taxímetro – a sílaba tônica é , e a subtônica, ta, porque ta era a tônica de táxi.


SÍLABAS ÁTONAS
As sílabas que não são tônicas nem subtônicas são chamam-se átonas, ou seja, são pronunciadas com menor intensidade. Podem ser pretônicas (se estiver antes da tônica)  ou postônicas (se estiver depois da tônica): 
  • barata (átona pretônica, tônica, átona postônica)
  • máquina (tônica, átona postônica, átona postônica)
  • cafezinho (átona pretônica, subtônica, tônica, átona postônica) 
MONOSSÍLABOS
Os monossílabos podem ser tônicos ou átonos: 
  • Tônicos: são autônomos, emitidos fortemente, como se fossem sílabas tônicas.Ex.: ré, teu, lá, etc.
  • Átonos: apóiam-se em outras palavras, pois  não são autônomos, são emitidos  fracamente, como se fossem sílabas átonas. São palavras sem sentido quando estão isoladas: artigos, pronomes oblíquos, preposições, junções de preposições e artigos, conjunções, pronome relativo que. Ex.: o, lhe, nem, etc.
É importante lembrar a real diferença entre acentuação tônica e acentuação gráfica. Acentuação tônica é a força com que se pronuncia uma determinada sílaba, sem necessariamente haver a presença do acento gráfico. A acentuação gráfica é exatamente a forma que se representa graficamente essa força, essa maior ênfase na pronúncia da sílaba.


PROSÓDIA
A Prosódia trata da correta posição da sílaba tônica da palavra. Deve-se pronunciar corretamente a sílaba tônica de uma palavra oxítona, paraxítona ou proparoxítona. Ex.: a palavra recorde é paroxítona e não proparoxítona, portanto, deve ser pronunciada "recórde" e não "récorde"; a palavra rubrica é paroxítona e não proparoxítona (pronuncia-se "rubríca" e não "rúbrica"); ibero é paroxítona e não proparoxítona ( deve-se pronunciar "ibéro" e não "íbero"). Se essas palavras fossem proparoxítona todas elas teriam acento gráfico, porque, por regra, todas as proparoxítonas são acentuadas. Ao erro prosódico dá-se o nome de silabada. 
Pronúncia correta de algumas palavras:
  • Oxítonas: cateter, ruim, ureter, Nobel, mister;
  • paroxítonas: avaro, austero, aziago, ciclope, filantropo, pudico, juniores, dúplex, tex, têxtil;
  • aelito, ínterim, aete, varo, crisântemo, molito, transfuga.
Há palavras que admitem dupla pronúncia, veja algumas:
Ajax / Ajax, apata / alopata, adrido / anidrido, acróbata / acrobata, biópsia / biopsia, crisântemo / crisantemo, rio / Dario, Gândavo/ Gandavo, hieglifo/ hieroglifo, Madascar/ Madagascar, Oceânia / Oceania, ortoépia / ortoepia, omoro / oximoro, protil / projetil, ptil / reptil, ror / soror, transistor / transistor, rox / xerox.

2 comentários:

  1. Olá. Essa passagem:
    ...palavra recorde é proparoxítona e não paroxítona, portanto, deve ser pronunciada "recórde" e não "récorde"...

    Houve um engano ?
    Aguardo resposta. Obrigado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá José, obrigado pela observação.

      Foi engano mesmo, já fiz a correção: recorde é paroxítona.

      Excluir