Home » , , , , , , » Dígrafos e dífonos - quais as diferenças?

Dígrafos e dífonos - quais as diferenças?

“A palavra dígrafo é formada pelos elementos gregos di, "dois", e grafo, "escrever". 
O dígrafo ocorre quando duas letras são usadas para representar um único fonema. Também se pode usar a palavra digrama (di, "dois"; grama, "letra") para designar essas ocorrências” (Widipédia).

Podem-se dividir os dígrafos da língua portuguesa em dois grupos: os consonantais e os vocálicos.

DÍGRAFOS CONSONANTAIS
Duas letras com som de uma consoante:
  • lh, nh, ch, rr, ss (no interior da palavra). Ex.: folha, ninho, bicho, serra, cassado. É importante saber que essas ocorrências não são dígrafos consonantais porque são formados por consoantes, e sim, porque tem som de consoante;
  • qu (seguido de E e I) – Ex.: quilombo, quente;
  • gu ( seguido de E e I) – Ex.: guerreiro, mangue;
  • sc sç, xc – Ex.: nascer, nao, exceção.
Veja um abaixo todos os dígrafos consonantais e alguns exemplos:
  • ch - Ex.: chuva, China
  • lh - Ex.: alho, milho
  • xs - Ex.: exsudar, exsuar
  • nh - Ex.: sonho, venho
  • rr (usado unicamente entre vogais) - Ex.: barro, birra, burro
  • ss (usado unicamente entre vogais) - Ex.: assunto, assento, isso
  • sc - Ex.: ascensão. descendente
  • sç - Ex.: nao, crea
  • xc - Ex.: exceção, excesso
  • gu - guelra, águia
  • qu - questão, quilo
GU e QU
É importante lembrar que gu e qu nem sempre representam dígrafos. Isso ocorre apenas quando, seguidos de e ou i, casos em que representam os fonemas /g/ e /k/: guerra, quilo. Nesses casos, a letra u não corresponde a nenhum fonema, ou seja, não é pronunciada. Em algumas palavras, no entanto, o u representa uma semivogal ou uma vogal (antes de 2012, no Brasil, representado pelo trema no u: ü): aguentar, linguiça, frequente, tranquilo, averie, ari - o que significa que não ocorrem dígrafos nessas palavras. No Novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa, não mais existe o trema, mas a pronúncia continua. Também não há dígrafo quando são seguidos de a ou o: quando, aquoso, averiguo.

DÍGRAFOS VOCÁLICOS
Duas letras com som de uma vogal:
  • am/na – Ex.: tampa, pranto, campo, sangue;
  • em/en – Ex.: tempo, sempre, tenda, tento;
  • im/in – Ex.: cacimba, limpo, faminto, tingir;
  • om/on – Ex.: lombo, rombo, encontro, tonto;
  • um/um – Ex.: dumbo, bumbo, tundra, sunga.
Quando se tem tampa, membro, dumbo, encontro, faminto, esse am, em, um, on, in, representam, respectivamente, o A, E, U, O e o I com o acento til. Os m e n não são consoantes, são apenas um indicador de nasalização. Logo, na palavra pranto existe apenas 3 consoantes (p, r, t).
Além disso, nas palavras estavam e também, o am e o em são ditongo fonético nasal, porque o m de estavam é pronunciado como u e o m de também como i.

DÍFONOS
(di = dois + fono = som): uma letra que representa dois fonemas. Estes podem ser:Ex.: táxi (x = ks), tóxico
Veja:
  • Casa – 4 letras e 4 fonemas;
  • Ninho – 5 letras e 4 fonemas (1 dígrafo consonantal);
  • Tampa – 5 letras e 4 fonemas (1 dígrafo vocálico);
  • Táxi – 4 letras e 5 fonemas (1 dífono).

1 comentários: