Numeral

Palavra variável que indica uma quantidade exata de pessoas ou coisas ou lugar que elas ocupam numa série. Refere-se ao substantivo, dando-lhe ideia de número.
  • Ex.:
    • Compramos três livros novos.
    • Éramos seis em nossa casa.
 
CLASSIFICAÇÃO
  • Cardinal – indica quantidade determinada de seres: um, dois, três... 
  • Ordinal – indica a ordem (posição) que o ser ocupa numa série: primeiro, segundo, terceiro... 
  • Multiplicativo – expressa ideia de multiplicação, indicando quantas vezes a quantidade foi aumentada: dobro, triplo, quádruplo... 
  • Fracionário – expressa ideia de divisão (fração), indicando em quantas partes a quantidade foi dividida: meio, terço, quarto...
DISTINÇÃO ENTRE NUMERAL E ARTIGO
Um(a) é numeral quando indica quantidade, e artigo quando se antepõe ao substantivo indicando-o de forma indefinida. 
  • Ex.:
    • Quantas flores você ganhou?
    • Ganhei uma. (numeral)
    • Que flor era?
    • Era uma margarida. (artigo indefinido)
OBSERVAÇÃO: O numeral um(a) pode aparecer em lugar de substantivo; o artigo indefinido um(a) sempre acompanha o substantivo. Ex.: Um(a) é pouco, três é demais!

FLEXÃO DO NUMERAL
Varia em gênero e número.
  • Gênero: 
    • Os cardinais: um, dois; e os de duzentos a novecentos. Ex.: um(a), dois, duas; trezentos, trezentas...
    • Todos os ordinais: primeiro(a), segundo(a), etc. 
    • Os multiplicativos e os fracionários: quando expressam uma ideia adjetiva em relação ao substantivo. Ex.: Ele saiu ao meio-dia e meia. (hora) 
  • Número: 
    • Os cardinais terminados em – “ao”: um milhão, dois milhões, etc. 
    • Todos os ordinais: primeiro, primeiros, milésimo, milésimos, etc. 
    • Os multiplicativos: quanto têm função adjetiva: Tomei dois copos duplos de leite. 
    • Os fracionários: dependendo do cardinal que o antecede: Gastou dois terços do salário em remédios.
OBSERVAÇÕES:
Os cardinais, quando substantivados, vão para o plural se terminarem por som vocálico. Ex.: Eu consegui dois setes e três oitos nas provas.
Ficam invariáveis se terminarem por som consonantal. Ex.: Eu consegui dois seis e três dez.

EMPREGO DO NUMERAL
  • Numerais ordinais
    • Usa-se a terminação "gésimo” em relação as dezenas: 30º (trigésimo), 40º (quadragésimo)
    • Usa-se a terminação “centésimo” ou “ingentésimo” em relação as centenas: 200 (ducentésimo), 400º (quadrigentésimo)
  • Numerais coletivos 
    • Designam conjunto de seres, com número delimitado: Ex.:
      •  Bíduo, período de dois dias 
      • Tríduo, período de três dias 
      • Década/descênio, período de dez anos 
      • Grosa, doze dúzias ou cento e quarenta e quatro 
      • Lustro, período de cinco anos 
      • Novena, período de nove dias 
      • Quarentena, período de quarenta dias 
      • Quinquênio, período de cinco anos 
      • Hectare, dez mil m² 
      • Século, período de cem anos,                                 
      • Centúria, período de cem anos
Textos oficiais
Na enumeração de leis, artigos, decretos, portarias, parágrafos, circulares, avisos e outros textos oficiais, usa-se o ordinal até nove, e o cardinal de dez em diante. Ex.: artigo 9º (nono), artigo 10 (dez), parágrafo 2º (segundo), parágrafo 21 (vinte e um).

Diante de algarismos romanos
  • Quando vem depois do substantivo:
    • Lê-se como ordinal até dez: D. João VI (sexto), Carlos X (Décio), etc.
    • Lê-se como cardinal quando acima de dez: Ppa Pio XII (doze), Século XX (vinte), etc.
    • Quando vem antes do substantivo, a leitura será sempre como ordinal: VII caminhada pela Paz (sétima).
Outras indicações comuns
Na indicação de páginas, folhas, casas, apartamentos, etc., empregam-se os cardinais que devem concordar com a palavra (número). Ex.: Página 202 (duzentos e dois), folha 121 (cento e vinte e um), casa 502 (quinhentos e dois).

OBSERVAÇÕES:
Na linguagem forense, vemos o numeral flexionado: a folhas vinte e uma, a folhas trinta e duas.
Os cardinais quatorze e bilhão admitem  a forma catorze e bilião, porém, são erradas as formas cincoenta e hum.

SEMANTICA DO NUMERAL
  • Sentido indefinido:
    • Já falei mais de mil vezes! (refereência hiperbólica)
    • Deveria haver umas quinhentas pessoas lá. (referência indeterminada)
  • Alguns numerais podem sofrer derivação de grau, por meio de adjetivos ou substantivos com sufixos. Nesse caso, o numeral acresce-se de coloquialidade, ênfase, ironia, humor, conforme o contexto:
    • Chegou em primeiríssimo lugar.
    • Há times que não conseguem sair da segundona.
    • Apesar de ser cinquentão, conserva sua elegância.

Imagem: http://www.brasilescola.com/gramatica/numeral.htm

0 comentários:

Postar um comentário