Adjetivos

Adjetivos são palavras variáveis, em gênero, número e grau, que exprime qualidade, defeito, origem, estado do ser.

Classificação dos Adjetivos
  • Primitivo: não vem de outra palavra.
    • Ex.: bom, mau etc.
  • Derivado: tem origem em outra palavra.
    • Ex.: bondoso, maldoso etc.
  • Simples: formado de um só radical.
    • Ex.: brasileiro, belo, rápido etc.
  • Composto: formado de mais de um radical.
    • Ex.: franco-brasileiro, cívico-religioso etc.
  • Explicativo: exprime qualidade própria do ser. 
    • Ex.: neve fria, luz clara etc.
  • Restritivo: exprime qualidade que não é própria do ser.
    • Ex.: fruta madura, água límpida etc.
  • Pátrio ou gentílico: É o adjetivo que indica a naturalidade ou a nacionalidade do ser.
    • Ex.: brasileiro, matogrossense, sino-alemão etc.
    • Observação:
       
      • nacionalidade brasileira (corrido)
      • nacionalidade: brasileiro(a) (depois de dois pontos)
OBSERVAÇÃO: Os adjetivos explicativos e restritivos são apresentados na Gramática de Faraco & Moura, são sempre associados a um adjetivo óbvio, numa qualidade óbvia do substantivo ou aquela outra qualidade que não é tão óbvia assim. Nunca se viu isso em concursos públicos.

Locução adjetiva
É toda expressão formada de uma preposição mais um substantivo, equivalente a um adjetivo.
  • Ex.: 
    • homens com aptidão (aptos)
    • bandeira da Irlanda (irlandesa)
Flexão dos adjetivos
  • Flexão de gênero
    • Uniforme - Tem uma só forma tanto para o masculino como para o feminino. Por exemplo, homem feliz ou cruel e mulher feliz ou cruel. Se o adjetivo é composto e uniforme, fica invariável no feminino. Por exemplo, conflito político-social e desavença político-social.
    • Biforme - Tem duas formas, sendo uma para o masculino e outra para o feminino. Por exemplo, mau e má, judeu e judia. Se o adjetivo é composto e biforme, ele flexiona no femininno somente o último elemento. Por exemplo, o motivo sócio-literário e a causa sócio-literária.
    • Casos particulares: surdo-mudo e surda-muda
  • Flexão de número
    • Adjetivos simples
      • Seguem a mesma forma dos substantivos simples. Ex.: pessoas amigas, cães ferozes, crianças amáveis
      • Substantivo usado como adjetivo fica invariável. Ex.: calças vinho, cursos relâmpago. 
    •  Adjetivos compostos 
      • Regra geral: somente o último elemento varia em gênero e número.
        • Ex.: pastas verde-claras, acordos luso-brasileiros
      • Casos específicos
        • Se o último elemento for substantivo, o adjetivo composto mantém no plural a mesma forma singular.
          • Ex.: pastas verde-abacate, blusas azul-safira. 
        • Azul-marinho e azul-celeste são invariáveis, assim como os compostos formados por locuções adjetivas (na cor de, da cor de, cor de, de cor) e a expressão rosa-choque. Ex.:
          • Camisas azul-marinho, caças azul-celeste, sapatos cor de azul (da cor da terra), pulseiras cor de rosa.
    • Os componentes sendo palavra (ou elemento) invariável + adjetivo, somente esse último se flexionará.
      • Ex.: garotos mal-educados, povos semi-selvagens, esforços sobre-humanos, crianças recém-nascidas.
    • Casos particulares: surdos-mudos, surdas-mudas.

  • Flexão de grau
    • Comparativo - pode ser:
      • De igualdade: tão + adjetivo + quanto (ou como): 
        • Ex.: Ela é tão inteligente quanto eu.
      • De superioridade: mais + adjetivo + (do) que: 
        • Ex.: Ela é mais inteligente (do) que eu.
      • De inferioridade: menos + adjetivo + (do) que: 
        • Ex.: Ela é menos inteligente (do) que eu.
      • OBSERVAÇÕES:
        • Quando houver duas qualidades para um mesmo ser, emprega-se a forma analítica: Ele é mais bom que inteligente.
        • Quando houver dois seres, mas uma só qualidade, emprega-se a forma sintética: Ela é melhor que você.
    • Superlativo – pode ser: 
      • Absoluto: a qualidade expressa não é posta em relação a outros elementos
        • Analítico (duas ou ais palavras): Este assunto é muito fácil.
        • Sintético (uma palavra): Este assunto é facílimo.
      • Relativo: a qualidade expressa é posta em relação a outros elementos.
        • De superioridade: Cláudia é a mais inteligente.
        • De inferioridade: Eles são os menos inteligentes.
SEMÂNTICA 
  •  Alguns adjetivos podem assumir significação variada de acordo coma posição em que aparecem.
    • Ex.: 
      • Mudança de significado 
        • Grande homem (bom, correto)
        • Homem grande (proporções físicas destacadas) 
      • Mudança de função 
        • O cético Marx (adjunto adnominal)
        • Marx, o cético (aposto, título)
  • O contexto é importante para se determinar o valor semântico de algumas locuções adjetivas.
Ex.: Água de chuva (pluvial) Dia de chuva (chuvoso) Problema de coração (cardíaco, denotação)  Atendimento de coração (cordial, conotação).

    1 comentários: