Fonética/Fonologia - Introdução

Estuda os sons da fala (fonemas), a correta pronúncia dos vocábulos (ortoépia e a prosódia, partes integrantes da ortofonia) e a escrita correta das palavras (ortografia). Segundo Radamés Manosso¹, muitos autores tratam Fonética e Fonologia como áreas de estudos distintas, porque "não é fácil traçar a linha divisória que separa essas duas áreas do conhecimento." Porém, o nome Fonética é mais disseminado entre os estudiosos.A Ortofonia estuda a pronúncia correta das pelavras. Divide-se em ortoépia (pronúncia correta dos fonemas) e prosódia (posição correta da sílaba tônica). A Ortoépia ou Ortoepia trata da pronúncia correta das palavras. O contrário da Ortoepia é a Cacoépia, quando as palavras são pronunciadas incorretamente. Por exemplo, deve-se dizer: 
  • advogado e não adevogado,
  • aleijar e não alejar
  • bandeja e não bandeija
  • bueiro e não boeiro
  • cabeçalho e não cabeçário
  • cabeleireiro e não caelereiro/cabelelero
  • caderneta e não cardeneta 
  • caranguejo e não carangueijo
  • cuspe e não guspe,
  • estupro e não estrupo 
  • frear e não freiar
  • lagartixa e não largatixa
  • má-criação e não malcriação
  • mortadela e não mortandela
  • mendigo e não mendingo
  • pneu e não peneu 
  • privilégio e não previlégio 
  • problema e não pobrema
  • raios x e não raio x
  • rouba e não roba 
Veja outros problemas de ortoepia:
  • tem pronúncia fechada a letra e das palavras: apedreja, cerebelo, caminhoneta, boceja, espelha, festejo, festejas; 
  • Tem pronúncia aberta a letra e das palavras: coleta, obeso, cervo, cetro; 
  • tem pronúncia fechada a letra o das palavras: algoz, bodas, crosta, poça, alcova, filantropo, olho. 
  • tem pronúncia aberta a letra o da palavra: olhos
A prosódia estuda a correta posição da silaba tônica das palavras. Por exemplo, quando alguém diz rúbrica, está cometendo erro de prosódia, ou seja, está transformando uma paroxítona em proparoxítona. Assim, deve-se dizer:
  • condor e não "côndor" 
  • filantropo e não "filântropo"
  • gratuito e não "gratúito"
  • meteorito e não "meteórito!
  • Nobel e não "Nóbel"
  • pudico e nã "púdico"
  • rubrica e não "rúbrica"
  • record e não "récord"
  • ruim e não "rúim"
  • sutil e não "sútil" 
As palavras seguintes têm dupla pronúncia:
  • acróbata ou acrobata
  • crisântemo ou crisantemo
  • Oceânia ou Oceania
  • Ortoépia ou Ortoepia
  • projétil ou prejetil
  • réptil ou reptil
  • xérox ou xerox

"A palavra Ortografia é formada por "orto", elemento de origem grega, usado como prefixo, com o significado de direito, reto, exato e "grafia", elemento de composição de origem grega com o significado de ação de escrever; ortografia, então, significa ação de escrever direito" (Folha Online)². É na Ortografia que se vê o emprego das letras: s, z, x, ch, g, j e as infindáveis exceções.

ÍNDICE

0 comentários :

Postar um comentário